Intervenção na Assembleia Geral da FPP de 27 de outubro de 2018

Intervenção do Presidente da Associação Nacional de Clubes de Patinagem na Assembleia da Federação de Patinagem de Portugal realizada no dia 27 de outubro de 2018.

PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2019

Comparticipações: Não é percetível no Orçamento os valores previstos para comparticipação aos sites de divulgação das disciplinas de Patinagem.

Transmissões: Quais os valores previstos para as transmissões televisivas e para as transmissões via internet?

Criação de Centro de Custos: As receitas e as despesas não se encontram separadas por disciplina. É importante perceber os custos e proveitos por disciplina.

Patrocínios: No último ano temos observado que os patrocínios junto da FPP tem aumentado, no entanto, surge um aumento de despesa relacionada com aquisição de equipamentos e material. Quais as contrapartidas financeiras ou quais os géneros dos patrocínios?

ASSUNTOS DE INTERESSE GERAL

Votos de louvor: a todos os atletas e clubes que se sagraram campeões nacionais

Regulamentos: informar que a Elite Cup (20, 21 e 22 de setembro) já tem data marcada para 2019. Questionar o porquê do não cumprimento dos Regulamentos no que diz respeito à Continental Cup, uma vez que, a prova é agendada para outubro. Questionar se a FPP fez alguma exposição à WorldSkate Europe sobre essa matéria.

Regras de Arbitragem: Questionar sobre qual o papel que a FPP teve na elaboração das novas regras, uma vez que, pretende-se que as regras sejam cada mais objetivas e não o contrário.

Equipas B: Promoção dos Atletas Sub23. Alargamento da abrangência do intervalo horário de 15 horas entre jogos aos atletas sub 23 de forma a poderem participar em jogos das equipas A, B e sub 23;

Supertaça: Questionar qual o valor pago pela FPP pela transmissão. E reforçar que quando pagamos um serviço deve cumprir todos os requisitos. É inadmissível que uma transmissão termine sem a entrega do troféu.

Placard: Questionar como será feita a distribuição das receitas pelos clubes.

Selecções: Realçar os excelentes resultados na patinagem Artística e na Patinagem de Velocidade e o péssimo ano no que diz respeito ao Hóquei em Patins. O ano foi negro para quem luta para ser campeão.